Escolha seu Player 8592 Views

  • Assistir Trailer
  • Drive
Os Rapazes da Banda (The Boys in the Band)

Os Rapazes da Banda (The Boys in the Band)

Baseado na peça ganhadora do Tony Award que mudou uma geração.Sep. 30, 2020USA121 Min.R
Sua Avaliação 0
9.1 17 votos

Sinopse

Nova York, 1968. Um grupo de amigos gays se reúnem para comemorar um de seus aniversários, mas tem a noite interrompida quando o colega de quarto potencialmente enrustido do anfitrião aparece sem ser convidado, desenterrando verdades secretas e feridas antigas.

Os Rapazes da Banda (The Boys in the Band)
Os Rapazes da Banda (The Boys in the Band)
Os Rapazes da Banda (The Boys in the Band)
Os Rapazes da Banda (The Boys in the Band)
Os Rapazes da Banda (The Boys in the Band)
Os Rapazes da Banda (The Boys in the Band)
Os Rapazes da Banda (The Boys in the Band)
Nome Original The Boys in the Band
IMDb Rating 6.8 13,841 votes
TMDb Rating 6.9 312 votes
Compartilhe21

Assista Também

Inimigo Natural (L’ennemi Naturel)
Concussion
Algo Muito Natural (A Very Natural Thing)
Viva
Make the Yuletide Gay
The Visitor (Cibrâil)
Para Eric
Doushitemo Furetakunai
The Bubble
Berenice Procura
Back Soon – Legendado
Adults Only

(8) comments

  • CARLOS ALBERTO VIEIRA 21 de outubro de 2020 Responder

    BOM FILME, MAS ACHEI A PARTICIPAÇÃO DO PERSONAGEM DE MAT BOMMER TÍMIDA OU APAGADA, ELE É UM COLÍRIO PARA OS NOSSOS OLHOS. OS PERSONAGENS DO MICHAEL E HAROLD SÃO UMAS BICHAS TERRÍVEIS, SABEM SEREN CRUÉIS QUANDO TEM BEBIDA OU BASEADO ROLANDO, AI COMEÇA A CAIREM AS MASCARAS.

  • Vesoon 26 de outubro de 2020 Responder

    E realmente e muito bom ver atores conhecidos interpretando personagens gays e ficou muito Boa a amizades deles nas cenas porém o filme começou bem pelo meio acho que quem assistiu ja imagino o que ia aconter com isso das ligações porém depois disso se perdeu o rumo da história eo final não foi um final pramim faltou o resto do filme será que pode ter o filme 2

    • dorian 26 de outubro de 2020 Responder

      Vesoon se não me engano,alguns atores desse filme são gays na vida real,senão todos.

  • André 30 de outubro de 2020 Responder

    Cruel e desumana..Assim é a alma humana!

  • David Yamaguchi 5 de novembro de 2020 Responder

    Se essa amizade fosse considerada saudável, todos estariam vivendo um sonho do coma.

  • Renato 2 de janeiro de 2021 Responder

    Que filmaço, surtei do início ao fim.Interpretaçes maravilhosas, elenco muito bom e um enredo digno de oscar. Ameeiii!!

  • Igor Assel 29 de janeiro de 2021 Responder

    A maioria dos LGBT+ cresceram sendo humilhados, recriminados, descriminados, enfim abusados de muitas formas só por serem LGBT+. Com isto, vários ficam sempre esperando um ataque de qualquer lado e muitas vezes paranoicamente consideram tudo um ataque e já preparam se defender e/ou se vingar. Outra coisa que acontece muito é a pessoa ter sido tratada a vida inteira com tanta crueldade que ela acha normal ser tratada e tratar os outros com crueldade.

    Neste filme tem vários personagens que exemplificam meu primeiro parágrafo. E eu acho isto triste e pessoalmente intolerável. Eu não trato meus amigos com crueldade e não aceito que me tratem com crueldade. Eu nem chamaria de amigo ou família quem tentar me tratar com crueldade, para mim isto é inimigo.

    Se João, Pedro e José te trataram mal, não justifica você tratar mal Tiago, Julho e o Francisco que nunca te fizeram nada. Pouco importa se a maioria das pessoas não foram legais com você, isto não te da o direito de descontar em todo mundo e várias pessoas não vão tolerar isto. Julgar a pessoa pelo o que ela faz, não pelo que a maioria ou muitos te fizeram.

    Este filme é tão realista que dói. O filme tem muito mais coisas que isto, mas isto foi o que mais me chamou atenção.

    • Andree Cássio 8 de janeiro de 2022 Responder

      Belíssima a sua análise…

      A alma humana é assim: Devastadora, desumana, atroz..
      Há aquela frase:” A vida me fez puta, farei do mundo um puteiro” bastante pertinente ao seu argumento! Nós LGBT`s fomos e somos muito maltratados, e isso não quer dizer que a minha válvula de escape é replicar aquilo que me faz/fez sofrer..Foi triste ter assistido a este filme e ver que a maioria desses exemplos há aos milhares no nosso meio que em vez de ter união prega o contrário com veemência!
      Vamos fazer a nossa parte em não machucar aos outros..Amor, respeito e caridade sempre são bem vindos!!

Deixe um comentário

Nome *
Add a display name
Email *
Your email address will not be published